tratamentos para varizes

Tipos de tratamento para as varizes

Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem abaixo da pele. Dependendo da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou grande calibre. As veias mais acometidas são as dos membros inferiores: pés, pernas e coxas. O tratamento mais utilizado para eliminar o problema circulatório é a aplicação de varizes.

Algumas pessoas apresentam minúsculas ramificações, de coloração avermelhada, que costumam não apresentar sintomas e provocam apenas desconforto estético.

Para diagnosticar as varizes, o médico faz um exame físico, observando as pernas enquanto o paciente está de pé, para identificar possíveis inchaços. O médico também pode pedir para o paciente descrever qualquer dor nas pernas, além de solicitar, caso necessário, um exame de ultrassom. O exame verifica se as veias estão funcionando normalmente ou se há evidência de coágulos sanguíneos. 

Nesse teste não invasivo, um técnico aproxima um pequeno dispositivo portátil (transdutor), aproximadamente do tamanho de uma barra de sabão, contra a pele, sobre a área do corpo que está sendo examinada. O transdutor transmite as imagens das veias das pernas para um monitor, para que um técnico e, posteriormente, o médico possa avaliá-las.

Felizmente, o tratamento geralmente não significa uma internação hospitalar ou uma recuperação longa e desconfortável. Graças a procedimentos menos invasivos, as varizes geralmente podem ser tratadas em nível ambulatorial. No caso das aplicações, não existe quantidade certa. O ideal é consultar um cirurgião vascular para saber sobre as recomendações mais adequadas para cada caso.

Conheça outras formas de cuidar das varizes:

Cuidados pessoais

Existem algumas medidas de autocuidado que o paciente com varizes pode tomar para diminuir o desconforto. Essas ações ajudam a prevenir ou retardar o desenvolvimento de varizes. Fazer exercícios, perder peso, não usar roupas apertadas, elevar as pernas e evitar longos períodos em pé ou sentado – tudo isso pode aliviar a dor e evitar que as varizes se agravem.

  • Mexa-se – andar a pé é uma ótima maneira de estimular a circulação sanguínea nas pernas. O médico pode recomendar um nível adequado de atividade para cada caso.
  • Dieta – o excesso de quilos aumenta a pressão desnecessária sobre as veias. Uma boa escolha dos alimentos também pode ajudar, então, siga uma dieta com pouco sal para evitar o inchaço causado pela retenção de água.
  • O que se veste – evite saltos altos. Sapatos de salto baixo “trabalham” mais os músculos da panturrilha, o que é melhor para suas veias. Não use roupas apertadas em torno da cintura, pernas ou virilha, pois elas podem reduzir o fluxo sanguíneo.

Meias de compressão para varizes

Usar meias de compressão durante todo o dia costuma ser a primeira abordagem terapêutica, antes da aplicação de tratamentos invasivos. Elas pressionam as pernas, ajudando as veias e os músculos na movimentação do sangue com mais eficiência. O nível de compactação varia por tipo e marca. O médico pode indicar o melhor para cada caso. 

Eleve as pernas

Para melhorar a circulação nas pernas, faça várias pausas curtas diariamente para elevar as pernas acima do nível do coração. Nesses momentos, você pode deitar-se com as pernas apoiadas em três ou quatro travesseiros. Evite longos períodos sentado ou de pé. Faça questão de mudar sua posição com frequência para estimular o fluxo sanguíneo.

Quer saber mais varizes? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como angiologista e cirurgião vascular no Rio de Janeiro!

Comentários
Dr. Davi Cazarim

Posted by Dr. Davi Cazarim