úlceras varicosas

O que são úlceras varicosas?



Qualquer machucado ou trauma pode provocar uma úlcera na pele. Na maioria dos casos, elas cicatrizam rapidamente. Contudo, quando há um problema na circulação sanguínea, essa cicatrização pode demorar ou nunca acontecer, configurando o que chamamos de úlceras varicosas.

Se você tem interesse neste assunto, não deixe de ler o artigo até o final. Nele, você irá descobrir as causas e os sintomas desse problema e conhecer as alternativas de tratamentos.

O que são as úlceras varicosas?

São feridas que demoram a cicatrizar em função da má circulação sanguínea na região das pernas e dos tornozelos. Quando não são tratadas adequadamente, essas úlceras podem se transformar em uma grave infecção.

Quando ocorre um aumento da pressão venosa, o sangue pode ficar parado em uma região do corpo. Se a pele for fragilizada por uma lesão ou trauma, esse problema pode evoluir para uma condição crônica.

Essas lesões são mais comuns em pessoas idosas, sedentárias, obesas, fumantes ou que permanecem longos períodos em pé ou sentadas. A úlcera varicosa pode surgir tanto nas pernas quanto nos pés.

Quais são as causas das úlceras varicosas?

As úlceras varicosas são provocadas pelo acúmulo de sangue nos membros inferiores. Esse acúmulo ocorre quando as veias não conseguem impulsionar, de forma eficiente, o sangue de volta para o coração.

Com a má circulação sanguínea, há um aumento de pressão nas veias, provocando feridas e manchas na pele. No entanto, existem outros fatores de risco para o desenvolvimento dessas lesões, tais como:

  • histórico de feridas em uma determinada região;
  • presença de varizes nas pernas;
  • tabagismo;
  • obesidade;
  • sedentarismo;
  • pacientes portadores de outros problemas circulatórios;
  • osteoartrite;
  • hipertensão arterial;
  • anemia falciforme;
  • esclerodermia;
  • doenças infecciosas;
  • tumores de pele.

Quais são os sintomas?

Além da existência da ferida, outros sintomas comuns são:

  • coceira;
  • queimação;
  • inchaço;
  • dor na área afetada;
  • mudança de coloração da pele;
  • cansaço;
  • sensação de peso nos membros inferiores;
  • pus na ferida;
  • pele seca;
  • febre;
  • erupções cutâneas.

Quais são as alternativas de tratamentos?

A primeira ação realizada no tratamento da úlcera é a limpeza da ferida e aplicação de um curativo adequado, com ou sem o uso de pomadas específicas. Em seguida, pode ser recomendado o uso de uma meia de compressão para melhorar a circulação do sangue.

Geralmente, a primeira utilização da meia é dolorida. Por isso, é normal que o médico prescreva o uso de analgésicos. Se a úlcera estiver infectada, ele também irá indicar a ingestão de antibióticos.

Nos casos graves, ou quando os tratamentos não cirúrgicos não surtiram efeito, o paciente precisará de cirurgia. Além disso, o paciente deve adotar alguns cuidados, tais como evitar ficar muito tempo em pé ou sentado, praticar exercícios e ter uma dieta balanceada.

Entendeu o que são as úlceras varicosas? Apesar de ser um problema simples de resolver, é preciso buscar o tratamento o quanto antes para evitar complicações.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como angiologista e cirurgião vascular no Rio de Janeiro



Comentários
Dr. Davi Cazarim

Posted by Dr. Davi Cazarim